O PROJETO

O Projeto

Cada vez mais se reconhece o crescente interesse numa mudança de paradigma relativamente à forma como se investe na área da Saúde, em Portugal.

Implementar projetos que permitam aos hospitais portugueses a compreensão de como melhor alocar recursos em saúde e, também, introduzir nas suas estruturas as alterações necessárias aos mesmos, é uma necessidade cada vez mais relevante para a sociedade em geral e para a sustentabilidade do Serviço Nacional de Saúde (“SNS”) em particular.

Com este propósito, a APAH, a Exigo, a Gilead Sciences e a IASIST associam-se em Consórcio na implementação do Projeto “Mais Valor em Saúde - Vidas que Valem”.

Objetivo do Projeto

Contribuir para cimentar a cultura de Value Based Heathcare (VBHC), através da análise dos problemas atuais do SNS, da capacitação dos intervenientes na tomada de decisão em saúde (administração, corpo clínico e chefias intermédias), do rigor na avaliação de resultados e da transparência na sua divulgação, tudo com o propósito de melhorar a qualidade da prestação de cuidados de saúde, de forma transversal, na atividade assistencial do SNS.

Fases do Projeto

O Projeto será desenvolvido conjuntamente por todos os Parceiros e de acordo com os objetivos traçados e anteriormente indicados. A metodologia assenta em três fases de execução:

1ª fase - Formação e capacitação das equipas de projeto dos Hospitais do SNS

  • METODOLOGIA PEDAGÓGICA:

Classe virtual, método expositivo, com períodos de perguntas e respostas. Dinâmica para promover a troca de ideias e interação, adaptada ao e-learning.

  • DESTINATÁRIOS:

Administradores hospitalares, profissionais de prestação de cuidados de saúde e profissionais de empresas da cadeia de valor da saúde, representantes de associações de doentes ou académicos em qualquer nível da carreira ou situação profissional atual, integrados em estruturas do SNS ou que com estas colaborem.

Introdução à Gestão de Valor em Saúde (VBHC)

  • ENQUADRAMENTO

    A gestão da saúde, aos vários níveis, depara-se com desafios vários, sistematizados, na perspetiva de gestão de valor em saúde, em entregar os melhores outcomes aos doentes de forma sustentada. É necessário equacionar outcomes definidos de diversas formas - clínicos, reportados pelo doente, etc. - a par da componente de custos e, sobretudo, preparar um modelo de entrega de cuidados que otimize esta relação de forma consistente. O enquadramento conhecido como VBHC explica como se podem “pensar” diversos fenómenos da saúde por forma a atingir estes objetivos.

  • FORMADORES

    Prof. Dr. Francisco Rocha Gonçalves (Grupo Luz Saúde)
    Dr. Armando Alcobia (Hospital Garcia d’Orta)
    Dr.ª Catarina Batista (APAH)

  • OBJECTIVO(S)

    • Apresentar a VBHC nas suas principais componentes
    • Esclarecer dúvidas práticas de implementação

Gestão de Valor em Saúde (VBHC): Casos Práticos

  • ENQUADRAMENTO

    Neste 2.º workshop pretende-se a consolidação dos conhecimentos teóricos adquiridos, com a análise e discussão de casos práticos de vida real.

  • FORMADORES

    Exigo
    Iasist

  • OBJECTIVO(S)

    • Sistematizar a aprendizagem
    • Divulgar experiências e casos nacionais
    • Esclarecer dúvidas práticas de implementação

2ª fase - Bolsas de Financiamento: Atribuição de 4 Bolsas a projetos de implementação de metodologias VBHC em Hospitais do SNS

• CANDIDATOS: Hospitais do SNS

Bolsas de Financiamento

  • OBJETIVO:

Apoiar os Hospitais do SNS na implementação de projetos que visem introduzir nas suas estruturas as alterações necessárias à melhor alocação de recursos em saúde.

  • BOLSAS:

4 Bolsas no valor individual de € 50.000,00, constituídas por horas de apoio especializado à execução de cada projeto vencedor a prestar pelos Parceiros Exigo e Iasist.

  • PROCESSO:

Submissão de candidaturas via eletrónica em www.maisvaloremsaude.pt*.

  • METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO:

Júri composto por 7 personalidades de reconhecido mérito, experiência profissional e/ou académica nas áreas de destaque, designadamente na economia da saúde, as quais serão nomeadas pelos Parceiros.

DIVULGAR & IMPLEMENTAR

  • DIVULGAR:

Depois de conhecida a decisão do Júri e a consequente atribuição das bolsas à equipa autora dos projetos vencedores*, a equipa de projeto será convidada a apresentar o mesmo em cerimónia pública, especialmente designada para este efeito, e serão ainda objeto de divulgação através das plataformas digitais dos parceiros do projecto e/ou dos órgãos de comunicação social (especializada ou generalista).

  • IMPLEMENTAR:

Os projetos vencedores deverão ser implementados no período máximo de um ano, sendo este, de resto, um requisito da candidatura.
Para o efeito, contarão com o apoio da EXIGO e da IASIST que, diretamente no terreno, asseguram a correta articulação de recursos para esse objetivo final - sendo neste apoio que se concretizam as Bolsas.

3ª fase - Publicação e partilha de boas práticas

PUBLICAR & PARTILHAR

  • ENQUADRAMENTO:

Os Parceiros do projecto consideram que a publicação dos resultados dos projetos é essencial para a disseminação de conhecimentos e a promoção da implementação de projetos de VBHC.
A partilha de práticas, positivas e negativas, constitui e representa para todas as instituições do SNS uma oportunidade de melhoria dos seus processos de gestão dos meios disponíveis, da qualidade assistencial, da qualidade de vida dos doentes - e, em última instância, dos resultados operacionais para a gestão, mediante a definição de melhores e mais eficazes indicadores de saúde para as áreas clínicas em Portugal.

  • OBJETIVO:

Pretende-se, assim, incentivar a divulgação dos resultados dos projetos apoiados em publicações da especialidade e, bem como noutros fóruns públicos - assim contribuindo, a jusante do Projeto “Mais Valor em Saúde - Vidas que Valem”, para o desenvolvimento proativo pelos Hospitais do SNS de novas abordagens e novas ferramentas de apoio à tomada de decisão em Saúde.


Parceiros

Apoios Institucionais

PT-GIL-2020-11-0012. Data de preparação: novembro/2020.